Notícias

O templo de madeira mais antigo do mundo

Horyu-ji: o templo de madeira mais antigo do mundo

O santuário comprova que a matéria prima resiste ao tempo com mais de 1.300 anos

Quando se pensa em edificações feitas de madeira é impossível não se lembrar de Horyu-ji, o templo Budista localizado na cidade de Nara, no Japão, inaugurado no ano de 607, com estrutura concebida pelo príncipe Shotoku, sob o projeto de Kongo Gumi. O santuário é considerado o primeiro patrimônio da humanidade reconhecido no país oriental e detém o título de construção de madeira mais antiga do mundo, com mais de 1.300 anos de existência. São 187.000 metros quadrados de terrenos e mais de 2.300 estruturas e artigos culturais importantes no cenário histórico do Japão.

O santuário foi dedicado a Buda como oferenda para curar a doença do pai do príncipe, o 31º imperador Yomei. O templo original foi extinto por um incêndio ocorrido no ano 670, segundo consta no Nihon Shoki, a primeira crônica da história do país editada no início do século VIII. A reconstrução, feita a partir das ruínas encontradas, é o atual Saiin Garan (recinto oeste), que é composto pelo Kondoo (pavilhão principal), Gojuu-no-too (pagode com cinco andares), Koodoo (auditório) e Chuumon (portão central). O Kondoo – pavilhão principal – é justamente a parte que leva o título de construção de madeira mais antiga do mundo, onde se encontra uma torre de mais de 30 m de altura de madeira maciça.

Além de seu valor como patrimônio histórico, reconhecido pela Unesco, no seu interior existem diversas estátuas de Buda, produzidas nos períodos Asuka (552-645), Hakuho (645-710) e Tenpyo (710-794), inclusive a famosa estátua chamada Trindade de Shaka. É possível encontrar ainda 12 paredes cobertas por pinturas murais históricas.

O templo Horyu-ji também conserva em seus alicerces a influência arquitetônica grega, assim como em suas obras artístico-religiosas. Percebe-se essa alusão principalmente nas curvaturas dos pilares do corredor Saiin Garan, que mostram a similaridade com as passarelas do Parthenon de Atenas, na Grécia.

Uma construção de tamanha magnitude resistiu ao tempo e a diversos regimes implantados. Isso prova que a madeira como matéria prima das construções pôde proporcionar durabilidade e resistência ao templo Horyu-ji, graças à ousadia japonesa de investir em edificações desse tipo. Confira mais sobre as modalidades de construção oriental e veja o projeto de um prédio de madeira de 70 andares com árvores para atrair pássaros.

Por Caroline Nunes

Notícias

Dicas de iluminação para casas de madeira
Dicas de iluminação para casas de madeira

Lustres, pendentes e luminárias: você sabe a diferença?  A iluminaç…

Garagem: o que é necessário saber
Garagem: o que é necessário saber

Adapte esse espaço conforme as suas necessidades Parte importante…

Decks para casas de madeira
Decks para casas de madeira

Planeje o espaço e valorize o imóvel com essa opção de arquitetura…

Casa de madeira térrea ou sobrado?
Casa de madeira térrea ou sobrado?

Veja quais são as vantagens e desvantagens de cada modalidade de construção…

Faça seu Orçamento









Visite Nosso Show Room