Notícias

Alemães criam Torre de Madeira torcida

Torre de Madeira Torcida

Esse processo se dá a partir da perda natural de umidade da matéria prima

Os engenheiros da Universidade de Stuttgart, na Alemanha, aproveitaram o processo natural de encolhimento da madeira para criar uma torre torcida chamada Torre Urbach. Esse processo se dá a partir da perda natural de umidade da matéria prima. O Instituto de Design e Construção Computacional da Universidade (ICD) e o Instituto de Estruturas de Construção e Projeto Estrutural (ITKE) construíram a Torre Urbach no Vale de Rems para o Remstal Garden Show.

A estrutura é feita usando um novo processo, não intensivo em energia, que envolve a previsão de como a madeira vai encolher quando secar. Com base nessa técnica, os painéis de madeira planos são projetados para se dobrarem na forma desejada.

A Torre Urbach de 14 metros de altura marca a primeira vez que este processo foi usado na construção de um edifício. O ICD e o ITKE descrevem o método como uma forma de “programar” madeira para assumir uma forma específica e dizem que a madeira é, na verdade, “auto moldada”.

“Embora fazer esse trabalho seja relativamente simples, prever o resultado é o verdadeiro desafio”, disse Achim Menges, diretor da ICD, em entrevista à Dezeen Magazine. “Ser capaz de fazer isso abre muitas novas possibilidades arquitetônicas”. Uma das principais vantagens da auto formação é que ela requer pouca energia, evitando a necessidade do tipo de maquinário pesado que usualmente formaria esses tipos de componentes de madeira. “O design computacional e a simulação nos permitem trabalhar com o material e desenvolver uma forma específica. a partir disso, ao invés de forçá-lo em forma”, continuou Menges.

O processo começa com painéis de 5 por 1,2 metro de madeira laminada cruzada. Os painéis foram fabricados planos e com alto teor de umidade: em média, 22%. Os engenheiros controlam a forma que a madeira toma quando seca, alterando a disposição específica dos painéis.

Para a Torre Urbach, foi escolhida a forma curva. Eles reduziram a umidade dos painéis para 12% em uma câmara de secagem industrial. Depois de removê-los, eles se sobrepuseram e laminaram as peças para formar as 12 tiras curvas maiores que formam a estrutura do edifício.

O ICD e o ITKE desenvolveram seus próprios modelos de mecânica computacional para o projeto, a fim de explorar vários tipos de raios e curvatura.

A estrutura resultante é leve e transparente, com paredes de nove centímetros de espessura, com um peso de 38 quilos por metro quadrado de superfície.

“O que parece simples é difícil de conseguir e só é possível através de uma engenhosa interação de forma e força”, disse Jan Knippers, chefe da ITKE.

A Universidade de Stuttgart descreve a torre como tendo uma forma “quase suave e semelhante a um tecido” que “se abre como uma cortina” no Vale dos Rems, onde está localizada.

O edifício é um dos 15 pequenos edifícios permanentes a serem introduzidos no vale para o show de jardim.

Os edifícios pretendem evocar as tradicionais capelas brancas da região, e a torre da Universidade de Stuttgart – a contribuição oficial da cidade de Urbach – fica em uma encosta no centro do vale. Os painéis de madeira de abeto da torre se iluminarão com o tempo.

Fonte: Dezeen (traduzido e editado)
Revisão: Caroline Nunes

Notícias

Casa de Veraneio: excelente opção de lazer
Casa de Veraneio: excelente opção de lazer

Nada melhor do que ter um local somente para o descanso e momentos de…

Seguro residencial: tudo que você precisa saber
Seguro residencial: tudo que você precisa saber

É importante se precaver contra possíveis incidentes e garantir…

Conheça o sistema TurnKey, usado pela Condor
Conheça o sistema TurnKey, usado pela Condor

Conheça essa modalidade de construção e veja quais as razões de confiar…

Como ter segurança em uma casa de madeira?
Como ter segurança em uma casa de madeira?

Confira quatro dicas para ficar despreocupado e manter o seu lar seguro…

Faça seu Orçamento









Visite Nosso Show Room